LAZER

O SOM E A SÍLABA

O Som e a Sílaba  fica em cartaz, no Teatro Porto Seguro, até o dia   26 de novembro, com sessões de sexta-feira a domingo. Com texto e direção assinados pelo  genial  Miguel Falabella (precisa dizer mais?),  o musical foi concebido especialmente para as  multitalentosas  Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, duas cantoras atrizes com registro lírico que desperta emoções.

foto: edson lopes jr

O espetáculo , que aborda  o mistério da mente humana,  conta a  história de Sarah Leighton (Alessandra),  jovem diagnosticada com autismo altamente funcional, mas  com habilidades específicas em algumas áreas, entre elas a música. O enredo trata da relação de Sarah com Leonor Delise (vivida por Mirna), sua professora de canto. A trama inclui   árias, duetos e trechos de óperas,   mostrando que a música pode unir e mudar a vida destas mulheres.

foto: priscila prade

O espetáculo –  realização da  Maestrini Produções –  é do tipo “quem perder vai se arrepender” e ainda tem o gostinho de “quero mais”.  O cenário é  de Zezinho Santos e Turíbio Santos; iluminação  de Wagner Freire, figurinos de Ligia Rocha e Marco Pacheco,   visagismo de Wilson Eliodoro e som  de Mario Jorge Andrade.

O musical, imperdível para os fãs de ópera,  já cumpriu, com sucesso,   temporadas pelas principais cidades do Estado, como  Osasco, Ubatuba, Ribeirão Preto,  São José do Rio Preto, São José dos Campos , Campinas, Botucatu, Bauru  e Lorena. Os ingressos para a temporada no Teatro Porto Seguro – a partir de R$ 90,00 – podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pelo site da Ingresso Rápido (http://bit.ly/OSomEASilabaSP)

TEATRO PORTO SEGURO

Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo, tel.  (11) 3226.7300. Vendas: www.ingressorapido.com.br; http://www.teatroportoseguro.com.br

JOIAS DO BALLET RUSSO

“Joias do Ballet Russo” será apresentado no Brasil,  no dia 19  de outubro,às 21 horas,   reunindo os melhores bailarinos dos principais teatros do velho mundo, como Bolshoi, Mariinsky e Mikhailovsky, em um repertório majestoso composto por trechos das obras Lago dos Cisnes, Corsário e Quebra-Nozes.

No elenco que virá ao Brasil, sete dos principais solistas consagrados mundialmente. Do Balé Mikhailovsky, as estrelas Oxana Bondarev e Mikhail Venshchikov. Do Mariinsky, o solista Boris Zhurilov e Tatyana Tiliguzova, que já fez parte do Balé Mariinsky, atualmente dança no Bayerisches Staatsballett, e será solista do Bolshoi a partir da próxima temporada. Completam o grupo os bailarinos absolutos do Stanislavsky, Natalia Ledovskaya e Pukhov Mikhail, e Maksim Marinin, estrela internacional de nacionalidade francesa, especialmente convidado para esta turnê do Joias do Balé Russo.

A quantidade de medalhas e prêmios que estes solistas já receberam em competições internacionais formam um verdadeiro tesouro. Eles foram praticamente criados nos grandes teatros, pois permanecem ensaiando mais de 10 horas por dia, seis dias por semana.  Esta é, portanto,  uma oportunidade imperdível  para os amantes do bom balé.O espetáculo  apresenta  belas paisagens e cenários delicados, ingredientes  para uma noite no melhor estilo imperial da corte russa.

Anotem:

Teatro Bradesco – Rua Palestra Itália, 500,  Loja 263 • 3° Piso
Perdizes • São Paulo . Fone/Fax: (11) 3670.4100; e-mail: sac@teatrobradesco.com.br

PAGUE QUANTO PUDER

A partir de 30 de setembro, o Grupo XIX de Teatro volta a apresentar as cinco peças criadas nas oficinas ministradas pelos integrantes do grupo entre fevereiro e julho, durante seu Núcleo de Pesquisas 2017.

A programação,  chamada Remostra,  traz A Palavra e o Abismo, In Cômodos, Plantar Cavalos Para Colher Sementes, Invenção Do Eu  e Feminino Abjeto. As sessões acontecem na Vila Maria Zélia, com ingressos pague quanto puder.

Os núcleos são coletivos formados a partir de seleções – que já chegaram a atingir o número de 600 inscritos. Ao longo do ano e sob a orientação dos artistas do Grupo XIX de Teatro, desenvolvem pesquisas nas áreas de atuação, direção, dramaturgia, corpo e direção de arte. No total mais de mil artistas já participaram destas atividades e delas surgiram novos coletivos teatrais.

Programação dos espetáculos:

 A PALAVRA E O ABISMO

jonatas marques

Dias 30 de setembro e 1º de outubro – Sábado e domingo às 16h.

Com orientação de Luiz Fernando Marques a partir do texto Destinos, de Paulo Emílio Salles Gomes (escrito e encenado na Vila Maria Zélia em 1936), o núcleo desenvolveu uma pesquisa que une esta dramaturgia pré-elaborada com uma dinâmica de improviso. No texto duas/dois e irmãs/irmãos discordam das questões políticas e comportamentais de seu tempo.  No experimento, atrizes, atores e público se divertem entre a palavra e o abismo.

IN CÔMODOS

jonatas marques

Dias 30 de setembro e 1º de outubro  – Sábado às 19h e domingo às 20h.

Com orientação de Juliana Sanches o núcleo foi estimulado por obras de Virginia Woolf, Clarice Lispector, Susan Sontag e em escritos das próprias artistas criadoras. O experimento apresenta uma casa e suas moradoras. As paredes que limitam o espaço, o chão que as suporta e acolhe, as divisões que são impostas, e uma busca constante em ser, só ser.

PLANTAR CAVALOS PARA COLHER SEMENTES

Dias 7, 8 e 9 de outubro – Sábado e domingo às 19h e segunda-feira às 20h.

Orientado por Ronaldo Serruya a performance é  inspirada no manifesto Falo Por Minha Diferença,  do ativista chileno Pedro Lemebel.  A ideia é criar uma peça-manifesto onde cada artista traduz em cena seu lugar de fala, revelando a vivência como algo que se inscreve no corpo e na carne, a experiência como discurso.

INVENÇÃO DO EU

Dias 14 e 15 de outubro – Sábado e domingo às 20h.

Necessário fazer inscrição prévia pelo Facebook.com/grupoxixdeteatro.

Com orientação de Rodolfo Amorim a proposta do núcleo foi a investigação em torno da ideia de um “eu” e de que como este pode ser revelado e/ou inventado a partir de nossas memórias. Por meio de questionários, observações, imersões, breves narrativas, entre outras experimentações, o grupo buscou  abrir-se para o contato com o outro, como um caminho para revelar-se a si mesmo.

FEMININO ABJETO

Dias 4 e 5 de novembro – Sábado às 20h e domingo às 19h.

Com orientação de Janaina Leite, o núcleo se apoiou na obra da artista espanhola Angélica Liddell e no conceito de “abjeção” proposto por Julia Kristeva para investigar as representações do feminino hoje. Para essa abertura de processo, o grupo trabalhou a partir de quatro disparadores tomados de obras de Liddell: Minha Relação com a Comida, Fuck You Mother, Eu Não Sou Bonita e O Que Farei Com Essa Espada?

GRUPO XIX

Desde 2001 esse grupo desenvolve pesquisa autoral que deu origem aos espetáculos Hysteria, Hygiene, Arrufos, Marcha Para Zenturo (em parceria com o Grupo Espanca), Nada Aconteceu, Tudo Acontece e Tudo Está Acontecendo, Estrada do Sul (em parceria com o Teatro Dell’Argine) e Teorema 21. A exploração de espaços não-convencionais, a criação colaborativa e a relação direta com o público nas encenações são elementos  dessa trajetória. Todos os espetáculos seguem em repertório até hoje tendo sido apresentados em quase uma centena de cidades pelo Brasil e cinco países do mundo com as encenações realizadas em inglês, italiano e francês.

A partir de 2004, o grupo realiza uma residência artística na Vila Maria Zélia na Zona Leste de São Paulo. A “Vila” é hoje um espaço de pesquisa, difusão e formação que abriga projetos como os Núcleos de Pesquisa que acolhem anualmente cerca de cem artistas, além de diversos espetáculos e oficinas. Com esta ação contínua o grupo tem conseguido criar uma relação com o público da cidade de São Paulo que vai além de suas próprias peças e transborda o meio teatral fazendo parcerias com as áreas do cinema, das artes plásticas, dança, fotografia, arquitetura e história.

Vila Maria Zélia – Rua Mário Costa 13 (Entre as ruas Cachoeira e dos Prazeres) – Belém. Tel.  (11) 2081-4647. Informações, de terça a sexta-feira das 14 às 18h ou pelo e mail faleconosco@grupoxix.com.br. Bilheteria – Abre 1 hora antes de cada espetáculo exceto para Invenção Do Eu que é necessário fazer inscrição prévia. Estacionamento: gratuito.

ESPETÁCULOS  PARA OS BAIXINHOS

O  Teatro Porto Seguro abre a temporada de  vendas de ingressos para o Bafafá do Palavra Cantada, novo show que tem apenas 8 sessões, de 14 a 22 de outubro, aos sábados e domingos, às 11h e às 15h. Também começam a ser vendidos os ingressos para o espetáculo infantil Mequetrefe Sorrateiro, com texto e direção de Marcello Airoldi, que acontece de 28 de outubro a 3 de dezembro,  com sessões aos sábados e domingos, às 15h.

BAFAFÁ

daryan dornelles

Novo show da dupla liderada por Sandra Peres e Paulo Tatit, Bafafá do Palavra Cantada propõe mesclar as canções inéditas com os grandes sucessos. A apresentação  começa com as novas como  Cuida Com Cuidado; Passeio do Bebê; Tartaruga e Lobo; Alienígenas;  Vai e Vem das Estações e ainda Sambinha  da Fralda Molhada, canção feita sob encomenda de uma mãe através do canal Youtube. Mas a  dupla também canta  os antigos sucessos:  dois pot-pourris prometem animar  a plateia. Acompanhamento:  Daniel Ayres (contra baixo), Julia Pittier (percussão e voz) e Michele Abu (bateria)

MAQUETREFE

priscila prado

Já o Maquetrefe Sorrateiro será apresentado de 28 de outubro a 3 de dezembro, aos sábados e domingos às 15 horas. Com texto e direção de  Marcello Airoldi,  o espetáculo aborda o universo afetivo de um menino diante da separação de seus pais e sua transição da infância para a adolescência. A excelente dramaturgia foi construída a partir de rimas e canções. No elenco, Fagundes Emanuel, André Capuano, Dani Moreno, Eugênio La Sálvia e Juh Vieira.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Porto Seguro – Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo, Tel.  (11) 3226.7300,  http://www.teatroportoseguro.com.br   ou pelo site da Ingresso Rápido: www.ingressorapido.com.br

SHOW DE PLATAFORMA

Musicalize é a única, a plataforma multimídia, convergente e integrada, que visa  melhorar a experiência das pessoas e das marcas com a música, oferecendo melhores soluções de produtos, serviços e conteúdos. Já em seu primeiro ano  estará presente em 17 shows, em cinco cidades do Brasil, incluindo os eventos Maroon5, Guns, The Who, Bon Jovi e Aerosmith produzidos pela Mercury Concerts e O Rappa produzido pela Multi Entretenimento.

A plataforma possui diversos canais que combinam tecnologia a um know how comprovado de execução e produção com o papel de facilitar, melhorar e ampliar a experiência de todos os stakeholders. Outra grande habilidade da empresa é a ótima relação com o mercado, conseguindo unir grandes shows (de propriedade de produtores de peso como a Mercury Concerts), parceiros estratégicos (de mídia, conteúdo e tecnologia) e marcas relevantes do mercado.

O Musicalize mapeou  a jornada do público frequentador de shows para pensar nas principais funcionalidades para melhoria de experiência dos fãs de música. Desde a notícia de um novo evento até o pós-show. Pensando nisso a plataforma também criou um app  com o intuito de diminuir a  distância entre o público e as diversas facilidades que a plataforma pode oferecer.

O app permite  comprar bebida direto do celular, não pegar fila, ir para o show em um transporte diferente e divertido, participar da gravação do vídeo clipe da sua banda favorita, tirar dúvidas com um robô, ter acesso a  documentários inéditos, ganhar e trocar pontos por shows interagindo com a plataforma, ter acesso a promoções exclusivas e muito mais.

As marcas que  entram nessa plataforma podem  conversar e ativar todo  universo da música  através  de ações de live marketing, conteúdo, produtos e serviços criando uma relação muito mais próxima com as pessoas. Download do app para Apple e Android. www.musicalize.co

CIRCO DOS SONHOS

O Circo dos Sonhos está  apresentando  Alakazan – A Fábrica Mágica em uma lona montada no Extra Morumbi, até o dia 15 de outubro, com sessões de terça a domingo.  Dirigido por Rosana Jardim, o espetáculo conta com performances de grande impacto e números circenses de báscula, contorção, rola, malabares, monociclo, equilíbrio no arame, tecido aéreo, faixa e muita palhaçada.

Alakazan – A Fábrica Mágica traz à cena o duelo entre os personagens Alan e Kazani, que disputam a atenção da pequena Ly, a já conhecida menininha do Circo dos Sonhos. Ly é uma criança curiosa, que toca e fotografa tudo ao seu redor.

O Circo dos Sonhos pertence à família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense. Foi fundado em 2004, e já apresentou seus espetáculos para mais de 4 milhões de pessoas. Tendo como embaixador o artista Marcos Frota,  possui atualmente duas lonas que circulam pelo país, e conta com uma equipe de cerca de 100 profissionais.  Onde: Extra Morumbi – Avenida das Nações Unidas, 16741 – Santo Amaro – São Paulo.

 

OUTUBRO SERÁ MARCADO POR IMPORTANTE SHOWS

O Teatro Porto Seguro vai apresentar uma agitada  temporada de shows no mês de  outubro. Confira abaixo:

ANGELA MARIA no show  As Canções De Roberto e Erasmo

foto murilo alvesso

Aos 88 anos, a musa da era de ouro do rádio teve liberdade para escolher o repertório. Ângela e seu produtor Thiago Marques Luiz selecionaram dez canções escritas pelo Rei e pelo Tremendão entre 1969 e 1979. No setlist, grandes sucessos da carreira da dupla, como Jovens Tarde de DomingoSua Estupidez e Sentado à Beira do Caminho. Angela, porém, também dá voz a pérolas menos tocadas dos dois, como Eu disse Adeus e O show já Terminou.

Dia 3 de outubro terça-feira, às 21h.

Ingressos: R$ 100,00 plateia / R$ 60 balcão e frisas.

 

TUCA ANDRADA no show Tuca Andrada em Orlando Silva – Nada Além

Tuca Andrada presta uma homenagem aquele que ficou conhecido como “O cantor das multidões”, Orlando Silva (1915-1978), ídolo da Era do Rádio. Composto por 20 músicas marcantes da carreira desse grande cantor brasileiro, Tuca vai contando fatos e passagens da carreira de Orlando e pontuando a importância dele para a música brasileira.

Com direção de Marcelo Alonso Neves e direção artística de Inês Viana, Tuca revista clássicos como Lábios Que Beijei (Orlando Silva/Leonel Azevedo), Nada Além (Custódio Mesquita/Mario Lago), A Jardineira (Benedito Lacerda/Humberto Porto), Carinhoso (João de Barro/Pixinguinha), Rosa (Oatvio de Souza/Pixinguinha), entre ouros.

Dia 10 de OUTUBRO, terça-feira, às 21h.

Ingressos: R$ 80,00 plateia / R$ 60,00 balcão/frisas.

PÉLICO no show Euforia

Com a direção musical de Jesus Sanchez, Euforia é o terceiro álbum de Pélico. O novo CD, totalmente autoral,  percorre sonoridades bem diferentes de seus anteriores – O Último Dia de Um Homem Sem Juízo (2008) e Que Isso Fique Entre Nós (2011).

foto josé de holanda

Acompanhado por Tony Berchmans (teclados e acordeon), Jesus Sanchez (baixo), Richard Ribeiro (bateria), Loco Sosa (percussão) e Régis Damasceno (guitarra), além de celebrar o último álbum, o músico passeia pelo repertório dos discos, anteriores, além de experimentar alguns covers que foram imortalizados por nomes como Marina Lima e Belchior. A faixa Não Há Cabeça, trilha da novela das 21h da Rede Globo, Velho Chico, conhecida inicialmente na voz de Ângela Rô Rô, também integra o setlist do show.

Dia 24 de outubro, terça-feira, às 21h.

Ingressos: R$ 40,00 plateia / R$ 30,00 balcão e frisas.

TEATRO PORTO SEGURO

Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.

Telefone (11) 3226.7300.

Bilheteria:De terça a sábado, das 13h às 21h e domingos, das 12h às 19h.

Vendas: www.ingressorapido.com.br

Site: http://www.teatroportoseguro.com.br